Publicidade
Publicado em 01/08/2022 09h00

Cinturão de milho dos EUA pode sofrer com calor

Os gestores de dinheiro aumentaram suas posições líquidas longas.
Por: Leonardo Gottems

Espera-se um clima extremamente quente no Cinturão do Milho central, já que as temperaturas chegam a três dígitos Fahrenheit, de acordo com o Serviço Nacional de Meteorologia, em informações divulgadas pelo agriculture.com. Prevê-se que os índices de calor no leste de Nebraska até o centro-oeste de Iowa cheguem a 110 graus Fahrenheit hoje, ou 43 graus Celsius, disse o NWS em um relatório nesta manhã.

Um aviso de calor foi emitido com início às 13h e término às 20h de hoje. No centro do Missouri e nos condados do oeste de Illinois, os valores devem chegar a 105 graus (40ºC) hoje, disse a agência. Alertas de calor foram emitidos do centro de Minnesota ao sul para o norte do Arkansas e de oeste para leste do centro de Nebraska para o oeste de Illinois, mostram os mapas do NWS.

Enquanto isso, em Montana, Wyoming e partes do oeste de Dakota do Sul, os avisos de bandeira vermelha estão em vigor devido ao clima extremamente seco. Os ventos no oeste de Dakota do Sul serão sustentados de 10 a 20 milhas por hora com rajadas de até 30 milhas por hora, disse a agência. A umidade relativa é projetada para cair tão baixo quanto 10%. “A combinação de rajadas de vento e baixa umidade relativa produzirá condições climáticas críticas de incêndio”, disse o NWS.

Os gestores de dinheiro aumentaram suas posições líquidas longas, ou apostas em preços mais altos, em milho e feijão pela primeira vez em várias semanas, segundo dados da Commodity Futures Trading Commission. Os investidores detinham 111.784 contratos futuros de milho na semana que terminou em 26 de julho, acima dos 103.315 contratos sete dias antes, informou a CFTC em um relatório.