Publicado em 15/09/2021 12h44

Futuros do açúcar fecham mistos com baixa em NY e valorização em Londres

Os contratos futuros do açúcar fecharam a terça-feira (14) mistos nos mercados internacionais

`

Os contratos futuros do açúcar fecharam a terça-feira (14) mistos nos mercados internacionais. Em Nova York, na ICE, o açúcar bruto fechou desvalorizado em todos os lotes. Já na ICE Europe, de Londres, o açúcar branco subiu nos lotes de maior liquidez. Segundo analistas ouvidos pela Reuters, traders procuraram travar posições para o lote outubro/21 que expira hoje.

A tonelada do açúcar branco, no vencimento outubro/21, fechou contratada ontem a US$ 495,60, alta de 10,90 dólares, ou 2,2%, no comparativo com os preços de segunda-feira. Já as telas dezembro/21 e março/22 subiram, respectivamente, 4,20 e 60 cents de dólar, negociadas em US$ 499,20 e US$ 504,10 a tonelada. Os demais lotes fecharam no vermelho entre 80 cents e 2,30 dólares.

Ainda segundo a Reuters, "um aperto no vencimento também pode ser visto como o comércio observando sinais de mais demanda do que é óbvio atualmente", disse o Commonwealth Bank of Australia. "Porém, se essa urgência de compra irá continuar é uma questão em aberto", acrescentou.

Açúcar bruto

Em Nova York a terça-feira foi de baixa em todos os lotes do açúcar bruto. O vencimento outubro/21 foi contratado ontem a 18,96 centavos de dólar por libra-peso, pequena variação negativa de 2 pontos. Já a tela março/22 caiu 3 pontos, negociada em 19,66 cts/lb. Os demais contratos fecharam desvalorizados entre 3 e 20 pontos.

A Reuters informou, também, que a França, maior produtor de açúcar da União Europeia, deve colher 33,12 milhões de toneladas de beterraba este ano, um aumento de 26,4% em relação a 2020, disse o ministério da fazenda.

Em contrapartida, diz a Agência Internacional de Notícias, o furacão Ida danificou cerca de 118 mil acres de plantações de cana-de-açúcar na Louisiana, ou cerca de 26% da safra que seria colhida para a produção de açúcar no Estado.

Açúcar cristal

O mercado doméstico fechou aquecido nesta terça-feira pelo Indicador Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos do tipo cristal foi negociada a R$ 142,61, contra R$ 142,17 da véspera, valorização de 0,31% no comparativo.

Etanol hidratado

Já o etanol hidratado voltou a cair nesta terça-feira pelo Indicador Dário Paulínia. O biocombustível foi negociado pelas usinas ontem em R$ 3.316,50 o m³, contra R$ 3.317,50 o m³ da véspera, pequena variação negativa de 0,03% no comparativo entre os dias.

Autoria: UDOP - União dos Produtores de Bioenergia

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade
A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2019.