Publicado em 22/02/2022 18h12

Educação Sanitária: A importância de prevenir doenças nos sistemas de produção

Segundo a Embrapa, há uma perda de 4% do rebanho nacional todos os anos por doenças.
Por: Famasul - Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul

O planejamento sanitário tem como objetivo, melhorar a saúde dos animais através do controle e prevenção de enfermidades que podem ser causadas por vírus, bactérias e parasitas. Segundo a Embrapa, há uma perda de 4% do rebanho nacional todos os anos por doenças. Este é o assunto do #MercadoAgropecuário desta segunda-feira (21).

O manejo sanitário correto na propriedade beneficia a saúde dos animais, reduz o uso de medicamentos, otimiza a mão de obra, além de diminuir custos por cabeça/ano devido a diminuição de gastos com tratamentos e da melhora dos índices reprodutivos.

De acordo com a analista técnica do Sistema Famasul, Fernanda Oliveira, os princípios da sanidade animal são comuns a todas as espécies. “Realizar a prevenção através de um bom planejamento sanitário, aplicando as boas práticas de produção, são muito importantes, pois resultam em menor custo de produção e garantem a qualidade do produto final para atender os mercados consumidores internos e externos, que têm se mostrado cada vez mais preocupados com a segurança alimentar”, explica.

A implantação de um calendário sanitário é ideal para desenvolver medidas preventivas e de manutenção da saúde dos animais na propriedade e gerir os custos nessa área. Com esses controles, diminui o risco de perdas na produtividade e oferece maior segurança econômica para o produtor.

“O colaborador ou funcionário da propriedade, deve estar atualizado, realizando capacitações e treinamentos nessa área, para executar as ações sanitárias do dia a dia da forma correta, pois um melhor manejo diminui o estresse dos animais, e consequentemente danos à carcaça”, detalha, Fernanda.

A educação sanitária praticada pelos produtores rurais, aliada às ações de defesa agropecuária desenvolvidas pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) auxiliam na abertura de mercados, superando as barreiras comerciais e na redução de tarifas de exportação, proporcionando alimento seguro para todos.

Mercado Agropecuário – O Sistema Famasul divulga todas as semanas uma matéria sobre o andamento das principais cadeias produtivas de Mato Grosso do Sul. Acompanhe! Conheça também: Educação no Campo e Transformando Vidas.