Publicidade
Publicado em 18/02/2022 18h11

Até 2031, exportações mundiais de carne de frango crescem 25%; as do Brasil, 32%

Para o Brasil são previstas exportações de 5,2 milhões de toneladas.
Por: Avisite

Recém-lançadas, as “Projeções Agrícolas do USDA para 2031” estimam que no primeiro ano da próxima década as exportações mundiais de carne de frango estarão próximas dos 16,7 milhões de toneladas, volume que representa aumento de 25% em relação ao que foi exportado em 2020. Para o Brasil são previstas exportações de 5,2 milhões de toneladas, quase um terço a mais que há dois anos.

O USDA prevê que Tailândia, Turquia e China registrarão índice de expansão bem superior ao do Brasil – entre 43 a 47% a mais do que exportaram em 2020. Porém, o volume adicional apontado para os três países (pouco mais de 820 mil toneladas) corresponde a apenas 65% do adicional sugerido para o Brasil – 1,262 milhão de toneladas a mais.

Interessante notar que os menores índices de crescimento estão previstos para os EUA (17,41%) e para a União Europeia (9,51%). Com isso, a participação de ambos no total mundial sofre recuos de, respectivamente, 6,23% e 12,55%, enquanto a participação brasileira, opostamente, aumenta perto de 5,5%, chegando a 31,21% do total mundial.