Publicado em 11/02/2022 23h10

Vendas de carne bovina estão enfraquecidas

Baixo poder de compra da maior parte da população, o que acaba limitando os avanços dos valores.
Por: Aline Merladete | Agrolink

Enquanto as exportações brasileiras de carne bovina apresentam forte desempenho nestas primeiras semanas do ano – e sustentam os preços da arroba do animal para abate –, as vendas da proteína no mercado doméstico estão enfraquecidas, devido ao alto patamar da carne e ao baixo poder de compra da maior parte da população, o que acaba limitando os avanços dos valores. Dados do Cepea mostram que, diante disso, a diferença entre os valores médios da arroba do boi gordo para abate e da carne negociada no mercado atacadista da Grande São Paulo vem se ampliando desde novembro do ano passado.

De acordo com o boletim informativo do Cepea, agora em fevereiro, a diferença já é a maior desde julho de 2016. Na parcial deste mês (até o dia 8), enquanto o valor médio à vista da arroba do boi gordo (Indicador CEPEA/B3, estado de São Paulo) está em R$ 336,03, o da carcaça casada do boi (Grande São Paulo) está em R$ 317,40, ou seja, diferença de 18,63 Reais/@. Em julho de 2016, a diferença foi de 24,36 Reais/@ – para esses cálculos, foram consideradas as médias mensais deflacionadas pelo IGP-DI.