Publicado em 20/11/2020 21h08

Arroz, milho e soja estão adiantados

Na soja nos doze estados com maior produção o índice de plantio chega a 69,5%

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou como anda o progresso da safra pelo país, com os percentuais de plantio e colheita das principais culturas. Segundo o levantamento o arroz, milho primeira safra e soja estão adiantados nas principais regiões produtoras do país. O período levantado é de 7 a 13 de novembro. 

Na soja nos doze estados com maior produção o índice de plantio chega a 69,5%. No mesmo período do ano passado estavam plantados 65,3% da área. O ritmo avançou depois de uma lentidão no começo da semeadura devido às condições climáticas. No Mato Grosso, principal estado produtor da oleaginos, já está ocupada 92,3% da área. É o estado mais avançado. O Rio Grande do Sul é o mais atrasado, com 31%, sofrendo com a estiagem. Mesmo assim ainda está acima da safra passada que, no período, foi de 30%.

 

No caso do milho, o país já apresenta o plantio iniciado em 56,6% da área, em nove estados. O Paraná é o estado que apresenta maior percentual, com 96% da semeadura já concluída. Mas é no estado de Minas Gerais que o plantio está mais acelerado, se comparado com a safra passada. Enquanto nos primeiros 13 dias de novembro de 2019 os agricultores mineiros tinham plantado cerca 40% do grão, neste ano, o índice chega a 75%. No Rio Grande do Sul, apesar dos bons índices, o avanço da semeadura e o desenvolvimento têm sido prejudicados devido à falta de umidade, consequência dos efeitos causados pelo fenômeno La Niña.

No arroz são contabilizados cinco estados. O total semeado é de 73,6%. Santa Catarina já ultrapassa o percentual de 95% e no Rio Grande do Sul cerca de 85% da área está com o plantio realizado. O contrário do que se verifica em Tocantins e em Goiás. Nos dois estados, a semeadura está atrasada, com 24% e 15%, respectivamente.

Autoria: Eliza Maliszewski | Agrolink

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade

A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2019.