Publicado em 11/01/2019 18h54

ANP aprova credenciamento de primeira certificadora do RenovaBio

Pela nova política de biocombustíveis, empresas precisam passar por processo para a emissão dos Créditos de Descarbonização

A diretoria da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou, na quinta-feira (10/01), o credenciamento da Green Domuns Desenvolvimento Sustentável como a primeira empresa inspetora para certificação de companhias produtoras de biocombustíveis no âmbito do RenovaBio. A empresa, com sede em São Paulo (SP) e operações desde 2005, estará apta a iniciar os processos quando a decisão da ANP for publicada no Diário Oficial da União (DOU).

"A análise de pedido de segunda empresa interessada encontra-se na iminência de ser concluída pela Superintendência de Biocombustíveis e Qualidade de Produtos da ANP", segundo comunicado da agência reguladora.

De acordo com as normas do RenovaBio, nova política nacional de biocombustíveis aprovada em 2018, empresas produtoras do setor precisam passar por um processo de certificação para a emissão dos Créditos de Descarbonização (CBIOs).

Os CBIOs são calculados de acordo com a capacidade de mitigação de emissões de cada produtor, serão comercializados no mercado e adquiridos por outras companhias, como distribuidoras, para compensar as emissões de combustíveis fósseis.

Autoria: Estadão Conteúdo

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade

A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2014