Publicado em 13/06/2018 20h40

Mercado de reposição travado no Paraná

No Paraná diversos fatores têm diminuído o impulso dos compradores e um dos principais foi a greve dos caminhoneiros

No Paraná diversos fatores têm diminuído o impulso dos compradores e um dos principais foi a greve dos caminhoneiros. O movimento, mesmo depois de passados alguns dias do término, trouxe instabilidade para arroba e o mercado do boi gordo sem diretrizes afasta os investimentos na reposição.

Além disso, a paralisação dos abates durante o período da greve represou a boiada no pasto e o giro de estoque mais compassado vai postergando a troca. Portanto, há pouca procura pela ponta compradora e do outro lado os vendedores endurecem as negociações, não entregando os animais a preços abaixo da referência.

Analisando a relação de troca, desde o início do ano o preço do boi gordo desvalorizou mais do que o preço das categorias de reposição, em função disso o pecuarista perdeu poder de compra. Destaque para a troca com o bezerro de 7,5@. No início do ano, com o preço de venda de um boi gordo de 16,5@ comprava-se 1,9 bezerro, atualmente compra-se 1,85.

Autoria: Scot Consultoria

  • Link:

Comente essa notícia

Agenda de Eventos
Publicidade

A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2014