Publicado em 13/06/2018 20h35

Movimento de alta nos preços do algodão enfraquece

Preços do algodão em pluma seguem em alta

Os preços do algodão em pluma seguem em alta, mas em menor intensidade. Isso porque, mesmo com a baixa oferta das safras 2016/17 e 2017/18 no spot, parte das indústrias está fora do mercado, na expectativa de que o avanço da colheita eleve a disponibilidade interna e também o ritmo das entregas de contratos.

Na parcial deste mês (de 30 de maio a 12 de junho), o Indicador do algodão em pluma CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, subiu 1,0%, fechando a R$ 3,7872 /lp, nessa terça-feira, 12. Do lado vendedor, agentes consultados pelo Cepea estão atentos à colheita, que foi iniciada lentamente na Bahia, enquanto em São Paulo as atividades já chegam a 70% da área, segundo a Conab. Quanto ao comprador, indústrias consultadas pelo Cepea alegam dificuldades no repasse das altas na matéria-prima aos derivados e fraco desempenho desse mercado.

Autoria: Cepea/Esalq

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade

A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2014