Publicado em 13/04/2018 18h26

Leilão Reprodutores Progenel comercializa animais de qualidade

Leilão Progenel é promovido há mais de uma década na Expogrande

Progenel expogrande

O 11º Leilão Reprodutores Progenel, realizado na noite desta quarta-feira (11/4), no Tatersal 1, do Parque de Exposições Laucídio Coelho, durante a 80ª Expogrande, comercializou animais de qualidade e com procedência no mercado pecuário. Promovido pela LN Leilões Rurais, o certame trouxe bovinos das propriedades de Élio José de Figueiredo, de Evandro Eurico Faustino Dias, da Nelore Três Irmãos, da Nelore Herculânea e da Agropecuária ENSA.

Segundo o consultor técnico Armando Pereira, que atua em melhoramento genético há quase 30 anos, ao todo foram vendidos 50 touros da raça Nelore, 15 novilhas nelore PO prenhe e 500 animais de corte, entre machos e fêmeas. “Hoje nosso trabalho consiste em melhorar o que começa na fazenda e por isso temos de produzir um animal com qualidade genética. Isso vai trazer bons resultados para o dono e consequentemente garantia de utilização dessa genética para os produtores. Atualmente o setor passa por um momento em que é necessário oferecer muito além de um produto, com uma linha de continuidade e de um padrão de diferenciação que faça o produtor se lembrar do nosso trabalho”, pontuou.
 
Como resultado dos procedimentos realizados desde o início da cadeia produtiva, há mais de uma década é realizado o Leilão Progenel, que concede oportunidade de produtores rurais adquirirem animais com genética, nutrição e sanidade padronizadas, além de alto valor zootécnico. “O leilão traz animais avaliados há mais de 11 anos, com qualidade acima da média. Este é um trabalho em que os animais adquirem histórico positivo desde o início do processo. Foram 50 touros, 15 novilhas PO, 500 animais de corte com uma historia séria de avaliação genética, nutrição e sanidade. Quem participou com certeza saiu satisfeito”, garantiu Armando Pereira.
 
O leilão
Uma das cobranças exigidas no mercado rural são os aspectos relacionados à continuidade e a procedência dos animais no campo. “Procedência também é a marca do leilão e é a nossa tradição no mercado. Muitas vezes o fenótipo do animal não condiz com o seu genótipo. É essa a preocupação que temos ao realizar os leilões dos animais da Progenel. Quem comprou teve essa segurança, pois desde o início existe o acompanhamento de especialistas que cuidam desse processo com o controle de avaliação genética. Eles podem confiar que o resultado vai ser alcançado”, analisou.
 
No caso dos touros, um dos destaques foi o Habitáculo, de propriedade de Élio José de Figueirdo, que foi vendido por R$ 6.000,00 para Maria Ortiz. Filho de CEN 4459 Nagaur TE com Academia, esse touro PO tem idade de 30 meses e peso de 710 quilos com circunferência escrotal de 37,5 centímetros. Outro destaque foi o touro Aurelio GB T. Marias, de propriedade de Evandro Eurico Faustino Dias, que acabou arrematado pela Estância Arco-íris por R$ 6.000,00. O animal é filho de Gabador TE Naviraí com Aurelea T. Marias, tendo 30 meses de idade, 714 quilos e 37,5 centímetros de circunferência escrotal.
 
Porém, quem atingiu bom preço no leilão foi o touro Jaguar da ENSA, de propriedade da Agropecuária ENSA, arrematado por R$ 7.680,00 por Edmar Martins. Filho de Brasão da ENSA com Galeria da ENSA, esse animal tem 24 meses de idade, 740 quilos e 36 centímetros de circunferência escrotal. Também com um excelente preço alcançado no certamente foi o touro Jaio da ENSA, de propriedade da Agropecuária ENSA, que foi vendido por R$ 7.200,00 para a Fazenda São Francisco. Esse macho tem 24 meses de idade, 701 quilos e 36 centímetros de circunferência escrotal.

Autoria: Assessoria de Imprensa da Acrissul | Expogrande

  • Link:

Comente essa notícia

Agenda de Eventos
Publicidade

A Agroin Comunicação não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Todos os direitos reservados © Copyright 2014